RETROSPETIVA DE 2016...

by - sexta-feira, dezembro 30, 2016


RETROSPETIVA

Sei que é um post clichê, mas queria mesmo partilhar convosco a minha retrospetiva do ano que está quase a terminar. 2016 foi um ano de grandes mudanças, não só a nível pessoal, como a nível profissional. Ficou também marcado por duas viagens que fiz só com o meu namorado: Barcelona e Maiorca. Talvez isso tenha sido a melhor parte do meu ano...
Este ano errei. Errei muito. Mas foi preciso errar forte para perceber de uma vez por todas que nem sempre tudo corre bem, que não sou assim tão independente e desapegada quanto julgava. O segundo semestre deste ano foi uma época de voltas e mais voltas, tantas voltas que acabei desempregada e de novo em casa da minha mãe. Pelo menos tenho um lar para o qual voltar sempre :)
Passei um mês em Lisboa, como vos disse neste post, mas pareceu uma eternidade. Aos meus amigos já fiz o agradecimento que deveria fazer, eles sabem que eu nunca me vou esquecer de tudo o que fizeram por mim, e do esforço que fizeram para que eu voltasse a sentir-me em casa. Mas aquela cidade onde morei durante três anos e de onde eu não queria ir embora jamais já não é a minha casa. "Home is where your heart is" e é bem verdade. A minha casa é onde estão a minha família, o meu namorado. E também tenho amigos cá.
Estou a escrever isto e estou de lágrima no canto do olho. Fui inconsequente. Estava num trabalho na minha área mas que eu não gostava, e agi por impulso. Houve a oportunidade de voltar a Lisboa e eu fui agarrada à ideia de que tudo iria ser como antes. Não foi. E o nó na garganta que eu sentia sempre que pensava na Mel, a minha gata, que teve de ficar com a minha mãe. Apesar de saber que ela estava bem, muito bem, o sentimento de que eu a tinha abandonado assombrava-me sempre. Pus a minha relação com o meu namorado em risco. Se tivesse sido ao contrário eu não deixava o Pedro ir embora. Chamem-me egoísta, mas não conseguiria deixá-lo ir assim como eu fui. Hoje vejo tudo de outro ângulo e se pudesse voltar atrás não teria ido para Lisboa assim, e não sem ele. Na semana que regressei a casa o meu avô foi para o hospital e eu só dou graças a Deus por estar cá, estar presente e poder cuidar dele. Se estivesse longe iria sentir-me ainda pior do que me sentia. Felizmente, já está tudo bem com ele.
2016 foi um ano de provas, que eu falhei, mas é preciso falhar para que possamos aprender. E como eu aprendi...
Não vou fazer nenhum post com metas para 2017, há muito tempo que não faço isso. Desejo apenas que o novo ano traga mais luz à minha cabeça e muitos momentos de felicidade junto dos meus.
Quero só dizer-vos três coisas: nunca tenham medo de admitir que erraram, nunca hesitem em pedir desculpa (mas tem de ser sincero), e nunca se esqueçam de agradecer com todo o vosso coração.


You May Also Like

5 comentários

  1. Gostei muito :) Tu és muito forte, bem sabes. Por isso, sem medo, vai tudo correr bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cátia! <3 Talvez já em janeiro consiga ir ate Braga. A ver se nos vemos. Tenho saudades.

      Eliminar
  2. Ó minha linda ... agora quem ficou com uma lágrima ao conto do olho fui eu. Espero que o ano de 2017 te traga tudo de bom porque mereces !!! Obrigada por estes maravilhosos posts

    ResponderEliminar
  3. Feliz 2017 Maura :)
    A vida é isso mesmo, constantes desafios nem sempre tomamos as decisões corretas mas pelo menos temos de acreditar que serviram para nos ensinar alguma coisa.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Que post bonito, vê-se que foi escrito com sinceridade. Gostei muito :) es forte e corajosa!
    Beijinhos

    Mélanie
    www.melaniegoncalvesblog.com

    ResponderEliminar

Muito obrigada pela tua visita ❤
Todos os comentários são retribuídos nos respectivos blogues.

Se preferires, podes enviar-me um e-mail para:
thefashionjukebox.ch@gmail.com