Cidade Grande vs Cidade Pequena

Já há algum tempo que vos queria trazer este assunto, contudo, só ontem, depois de ter tido um dia em cheio - que já vos vou contar - é que me decidi a escrever sobre este tema. 
Nasci em Chaves, uma cidade (concelho) do distrito de Vila Real, que fica a cerca de 12 km de Espanha, e aqui vivi até aos meus 19 anos, quando fui para Braga para a universidade. Em 2012 parti rumo a Lisboa, um sonho que tornava realidade. Vivi na capital até 2015, e voltei para Chaves em junho desse ano para fazer estágio no meu atual local de trabalho. 


Este é um pequeno resumo daquilo que tem sido a minha vida ao longo dos últimos oito anos. Vamos então ao assunto principal desta publicação. Há quem critique a minha decisão de voltar à "terrinha". É claro que em Lisboa existem mais oportunidades de trabalho, mas também existe mais concorrência, logo, as chances de arranjar um emprego remunerado na minha área, repito, REMUNERADO, eram mais pequenas. Quando terminei os estudos decidi vir para Chaves fazer o estágio curricular por dois motivos: primeiro, por ser exatamente um estágio curricular o que significava que não ia receber dinheiro e não queria sobrecarregar mais a minha mãe com as despesas que tinha em Lisboa, e, em segundo lugar, porque achava que estava na hora de estar perto do meu namorado (ele é de cá e na altura estava a estudar no Porto). Aqui em Chaves iria estar em casa da minha mãe e não ia ter despesas com renda, nem com comida e muito menos com transportes porque a minha casa fica a menos de cinco minutos a pé do meu local de trabalho. Em Lisboa eu estava a pagar 225 euros de renda por um quarto, sem contar com as despesas do gás, água, luz, internet, e ainda o passe de metro e autocarro. E, claro, a comida... Além disso, as viagens de autocarro eram cerca de 19 euros (para cada lado) e seis horas para cima e mais seis para baixo. Se só pudesse vir na sexta e tivesse de voltar no domingo, não me compensava vir. 

No final dos três meses o meu diretor fez-me uma proposta de trabalho e eu aceitei. Um contrato sem termo. Tive sorte? Muita! Quantos recém licenciados têm a sorte que eu tive? Conheço pessoas que ficaram por Lisboa e que têm andado de estágio em estágio, alguns sem remuneração, e alguns deles com a promessa de ficar a trabalhar, promessa que nunca é cumprida... 
Claro que viver no interior também tem as suas desvantagens. Aqui em Chaves só há cinema à sexta e ao domingo, e é apenas uma sala, logo, só há um filme por fim de semana. Mas os filmes estão atualizados! Contudo, Vila Real fica a cerca de meia hora, pela autoestrada, e lá existe um shopping com cinema e quando nos apetece damos um saltinho até lá. No que respeita a acessibilidades, Chaves está bem servida. É uma cidade do interior mas acaba por estar perto de tudo. 
Também as casas aqui são muito mais baratas. Com 225 euros encontra-se facilmente um apartamento T1 mobilado, sem necessidade de dividir casa com ninguém. Já para não falar que com o ordenado mínimo aqui vive-se bem. Já em Lisboa as coisas tornam-se mais complicadas. Na minha opinião, a qualidade de vida cá é melhor, pois não existe aquele dia a dia frenético, as horas e horas no trânsito. Aqui chegamos a casa às 18h ou às 19h, jantamos, e ainda vamos tomar um café com os nossos amigos. Em Lisboa foram raríssimos os dias que isso aconteceu... 
Outra grande diferença relativamente a Lisboa é a quantidade de sítios perto para visitar. Ainda no domingo eu e o meu namorado acabámos por ficar em casa porque já não havia mais sítios próximos para irmos passear. Em Lisboa, podemos visitar um sítio diferente quase todos os dias. Há sempre algo novo. Outra das desvantagens de viver aqui é o facto de se gastar muito para ir a um festival. Em 2014 fui ao Rock in Rio, mas só fui porque estava a viver em Lisboa. Se estivesse cá em Chaves muito provavelmente não iria, pois para além do bilhete ainda teria de pagar as deslocações e refeições. 



Como já referi nesta publicação, foi uma situação que ocorreu ontem que me fez escrever sobre este assunto. Aliás, um conjunto de situações. Toda a gente sabe que em Lisboa, uma vez que é uma cidade grande, as coisas estão mais distantes e há sempre filas para tudo. Tratar de vários assuntos num dia, principalmente quando se trabalha, torna-se muito difícil. Eu vou então contar-vos o que eu fiz ontem aqui em Chaves. Trabalhei de manhã, até às 13h. Almocei e às 14h saí de casa para ir às finanças pagar o selo do carro. Demorei uns 15 minutos lá (e olhem que Chaves está cheio de gente nesta altura, com vários turistas e emigrantes que cá estão de férias!), fui com o meu namorado a uma entrevista de emprego, fui com o carro à inspeção, fomos ao pingo doce, fui aos seguros, fui ao ginásio, fui a uma clínica marcar umas análises para o meu avô, fui pagar umas portagens, e às 18h estava a entrar em casa. Tudo isto numa tarde. Esta é para mim a maior vantagem de viver numa cidade como Chaves, conseguir tratar de tudo no mesmo dia, sem precisar de grandes pressas. 

Digam-me nos comentários se conhecem esta realidade também, e se preferem viver numa cidade grande ou numa mais pequena. 

3 Comments

  1. Já vivi no Porto durante os meses e admito que foi uma das melhores experiências que tive. Viver na cidade tem as suas regalias e tudo à nossa volta em que em dois passos temos acesso a tudo o que quisermos. No entanto, amo viver na aldeia... Saber que posso dormir sem o barulho dos carros, sem prédios à minha volta e o sossego que tenho na aldeia é simplesmente tranquilizante. No entanto o Porto é a minha cidade de sonho para viver, o meu coração ficou lá!
    Gostei muito do teu blog, comecei a seguir :)
    Beijinho,

    Facebook
    BLOG - VOCHEL
    Instagram

    ResponderEliminar
  2. Vivo em Lisboa desde sempre, mas adorava poder viver num lugar mais pequeno. Passo férias na aldeia dos meus avós e adoro aquilo :)

    Freedom Girl // Instagram

    ResponderEliminar
  3. o que eu me relacionei com este post. também vivo em chaves (ahaha estas coincidências) e fui este ano para o porto e lá há filas e trânsito para tudo, é uma chatice!!
    no entanto, nunca ficas aborrecida e há sempre imensas coisas para fazer
    tudo tem as suas vantagens e desvantagens :)
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Muito obrigada pela tua visita ❤
Todos os comentários são retribuídos nos respectivos blogues, sempre que possível.

Se preferires, podes enviar-me um e-mail para:
thefashionjukebox.ch@gmail.com